NBB Mundo vence Jogo das Estrelas e Showmell é MVP pelo 2º ano seguido


NBB Mundo vence Jogo das Estrelas e Showmell é MVP pelo 2º ano seguido


O NBB Mundo bateu o NBB Brasil por 96 a 108. Shamell Stallworth e Tyrone Curnell, os dois atletas mais votados para compor o time titular, ficaram aproximadamente 24 minutos em quadra e anotaram 18 e dois pontos respectivamente. A disputa agora fica em 4 para os brasileiros a 3 para o estrangeiros. Shamell, além de cestinha do jogo, foi eleito o MVP (jogador mais valioso) da partida pelo segundo ano consecutivo.  

O time Mundo dominou a partida e ficou atrás no marcador apenas uma vez, mas não perdeu nenhum quarto. Nos placares dos períodos, parciais de 24 a 31 (1º quarto), 27 a 27 (2º quarto), 27 a 30 (3º quarto) e 18 a 20 (4º quarto). No intervalo, o público ainda pode curtir um show com a banda Jota Quest.

Destaque no jogo, Shamell elogiou a festa deste ano que, para ele, foi a melhor. “Foi muito legal, eu ganhei o MVP também, mas sinceramente o MVP desses quatro dias foram as pessoas envolvidas. Não tem como explicar. Show do Jota Quest, as coisas extras, para mim a festa foi a mais bonita que eu já vi. Dos nove anos, como eu já fiz parte de todos os Jogos das Estrelas, este foi o mais bacana. Espero que continue assim e cada ano melhore mais.” Sobre seu troféu, este tem destino cer “Agora esse troféu é meu. Os dois pequenos os filhos Jordan e Shamell Jr. já têm o do papai e este vai para minha casa”, comemora e enfatiza que neste momento é voltar para Mogi das Cruzes e focar novamente no trabalho para a continuidade do NBB.

Torneios individuais

O ala-pivô Tyrone Curnell foi o campeão do Desafio de Habilidades durante o Jogo das Estrelas, neste domingo (19), no Ginásio Ibirapuera. O americano foi finalista no torneio e desbancou os armadores Kenny Dawkins (Vitória), Davi Rossetto (Basquete Cearense) e Damián Palacios (Vasco), concluindo a prova primeiro. O ‘monstro’ do Mogi das Cruzes/Helbor iniciou a prova com muita personalidade e marra, suas marcas registradas.

Já o ala Shamell Stallworth, participante do Desafio dos 3 Pontos converteu 15 cestas e não foi para a final. O troféu foi disputado por Jefferson (Bauru) e Marquinhos (Flamengo), que foram para a decisão depois de anotarem 16 e 17 cestas respectivamente. Na final, Marquinhos fez apenas quatro das 25 bolas, enquanto Jefferson levou a melhor com 19 acertos.

Por: Assessoria de Imprensa Mogi Basquete
Em 20/03/2017


Compartilhe esta notcia no Google +
Recomende esta matria pelo WhatsApp

Quem apoia este projeto


Futebol Café Gerenciador online de campeonatos
Arena Comercial Society