Viela Futebol Clube completa 2 anos de fundação


Viela Futebol Clube completa 2 anos de fundação


O Viela Futebol Clube, equipe que nasceu há dois anos - exatamente no dia 15 de março de 2015 - por iniciativa de amigos em comum que moram em vielas no Jardim Universo, no Distrito de Braz Cubas, pretende fazer história nos campos de várzea da cidade. Um dos clubes mais novos de Mogi das Cruzes, o Viela tem planos ousados: se filiar à Liga Municipal de Futebol para disputar o campeonato da Segunda Divisão e chegar à elite em 2018.

O presidente e capitão do time, Wellington Ulisses de Jesus, mais conhecido como Gariba ou Gogó, descreve a trajetória do clube, que iniciou suas atividades mais para o futebol society, mas agora é o futebol de campo que predomina. "Nós começamos com um grupo de amigos do bairro Jardim Universo, mas inicialmente só atuávamos nas quadras de futebol society e eram brincadeiras entre nós mesmos. Depois, com o tempo, foram surgindo os campeonatos e resolvemos participar. O mais interessante é que além destes amigos que jogavam, nós tínhamos os torcedores que faziam questão de acompanhar as partidas do Viela. Eles lotavam as quadras onde estávamos. Uma identificação forte mesmo", explicou.

Depois de algumas conquistas nas quadras de futebol society, foi a vez de partir para o campo. De acordo com Gogó, muitos comerciantes do bairro ajudaram na compra do primeiro uniforme e material para jogo. "Nossas primeiras partidas foram disputadas com um uniforme na cor laranja, emprestado. Depois é que compramos o tradicional amarelo e preto, que é parecido com o do Borussia Dortmund, da Alemanha. Nos identificamos com este clube porque tem um sistema de jogo que se assemelha ao nosso e a sua torcida é muito participativa, igual a nossa. A prova disso é que já vendemos 140 camisas para os torcedores", revelou.

Com muitos jogos nas quadras de futebol society, em especial no Braz Cubas Soccer, o Viela partiu para a disputa no campo na tradicional Copa São Francisco. "Neste campeonato saímos no mata-mata após derrota nos pênaltis. Depois entramos na disputa da Associação de Clubes entidade que promoveu competições do futebol amador enquanto a Liga estava paralisada. Também saímos no mata-mata após boas campanhas na fase de classificação", frisou.

Dentre os títulos conquistados pelo Viela estão competições do futebol society, como o Campeonato de Verão 2015/16 do Comercial, e a Copa Rio Canudos 2017, disputada no Fabinho Soccer. "Nosso foco agora é o futebol de campo, mas ainda nos reunimos de vez em quando para a disputa do futebol society quando a agenda permite", disse.

Ele destaca que apesar da falta de títulos no futebol de campo, o Viela FC tem conquistado o respeito dos adversários e atraído mais torcedores. "Com o bom campeonato que fizemos, apesar de não vir os títulos, a torcida ama o time e sempre está presente. Isto se faz com a amizade que construímos com a rapaziada na nossa quebrada. Todos gostam de vir aqui na viela e tomar cerveja, bater papo. Com esta simplicidade conseguimos atrair jogadores para nosso time. Aqui não pagamos jogador. Tomamos cerveja e tem muita resenha após as partidas. O cara joga aqui no Viela porque gosta", explicou.

Gogó destaca a ajuda que tem de outros diretores à frente do Viela. São os casos de Marcos Cardoso, o "Marquinhos", e o Augusto Henrique. Também conta com a ajuda de Luis Gustavo de Assis Marquioli, o "Gustavo", que faz a correria para informar aos jogadores os dias de jogos e dá suporte ao clube. "Eles correm atrás das coisas do Viela na minha companhia. Dão a maior força fora de campo e estão sempre dispostos a ajudar. São muito importantes à frente do Viela", disse.

O presidente Gogó destaca que a diretoria busca parceiros para ajudar o clube e não pagar jogadores, mas sim para a manutenção de material esportivo, entre outras despesas. "Com nosso jeito conseguimos apoio importante de empresas como o Mercado Ninhei, o Edinho Cabeleireiro, a ST Advocacia, Hélio Tatto e Adega Gogó. Mais quem segura mesmo e faz correria como lavar a roupa suja são os próprios diretores e jogadores que ajudam e muito", descreveu.

O hoje diretor e jogador Gogó tem um histórico pelos campos do futebol amador de Mogi das Cruzes. Atualmente com 32 anos, o volante já teve passagem por clubes nas categorias Sub-17 e Sub-20 como Ecus (Suzano), União Mogi, Osasco e  Mirassol, mas não seguiu em frente. Na várzea, atuou por vários times de Suzano. Em Mogi jogou no Alto Guainazes, Flamenguinho e Valtra, entre outros. Hoje é Viela FC.

Para a temporada 2017, o Viela, que já está em atividade na disputa da sexta edição da Copa São Francisco, tem planos mais ambiciosos. Gogó afirmou que vai filiar o clube na Liga Municipal de Futebol de Mogi das Cruzes. Nesta condição deverá disputar o Campeonato da Segunda Divisão em busca do acesso. Além disso, pretende inscrever o time nas categorias Juniores (Sub-20), Juvenil (Sub-17) e Veteranos. "Queremos agradecer ao Edu do São Francisco Carlos Eduardo de Araújo, novo presidente da Liga de Futebol que deu essa oportunidade que nunca tivemos por ser time sem grana e de quebrada. Tenho certeza que vamos construir mais um pouco de nossa história no futebol mogiano. Tenho certeza disso".

Por: Alexandre Barreira (AlexMar Assessoria)
Em 15/03/2017


Compartilhe esta notcia no Google +
Recomende esta matria pelo WhatsApp

Quem apoia este projeto


Futebol Café Gerenciador online de campeonatos
Arena Comercial Society